Casamento sem sexo, vamos falar sobre isso? Um assunto complicado, tratados por muitos como um tabu, mas que acontece com muito mais pessoas do que imaginamos!

Quem está em um relacionamento sabe que, existem momentos altos e baixos. Devido a vários fatores, a rotina acaba destruindo esse momento de intimidade, que resultam em um casamento sem sexo.

Há quem mantém os dias completamente controlados, e não se assustem: existem sim pessoas que conseguem manter o equilíbrio total do trabalho, casamento e filhos. Fazendo com que tudo flua na mais perfeita harmonia, mesmo sem se relacionar intimamente com o parceiro. Femme Gel

Para quem já não consegue esse tipo de controle, acaba se perdendo e passando despercebido. Podendo gerar assim uma crise no relacionamento, mas nada que seja irreversível. Existem outros fatores, até mesmo fisiológicos que contribuem, tais como:

  • Disfunções hormonais aliadas ao uso de medicamentos como calmantes, antidepressivos, anticoncepcionais, etc.: Esses tipos de disfunções e medicamentos acabam oscilando a ordem psicológica, trazendo mudanças de humor, indisposição e interferem no desejo sexual.
  • Depressão, ansiedade, estresse: Quando isso ocorre, acaba gerando uma diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis, inclusive de interesse sexual.

Tudo isso pode levar às pessoas a um casamento sem sexo, portanto, é necessário você reconhecer e saber lidar com a situação, como mudar os remédios, tratar a alteração hormonal e até iniciar uma terapia.

O fato é que um casal que não faz sexo, vai ficando distante, se irrita mais e acaba se apegando em problemas desnecessários. Vive com uma energia guardada, que pode acabar sendo extravasada de um jeito que não é apropriado, podendo ocasionar ainda mais brigas e distanciamento no relacionamento.

Lembre-se que, se o casamento sem sexo for um problema para ambas ou apenas para uma das partes, deve ser resolvido. Isso vai tornar seu casamento feliz, os dois terão uma vida mais saudável e sexualmente ativa.  Quando tudo volta a fluir, a convivência até mesmo com o restante da família se torna muito melhor.

Acredite em você, saia da zona de conforto, reveja suas atitudes, faça exames e procure manter sempre o diálogo com seu parceiro. O estar bem, não diz respeito somente a você, e sim ao casal. O que está ruim pode ser resolvido e tornar a convivência mais agradável do que se possa imaginar!

Bom pessoal, falamos hoje um pouco sobre casamento sem sexo. Comentem a opinião de vocês a respeito desse assunto. Até nosso próximo encontro!

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *